• Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
  • Slide - BeerManiacs
PRODUTOS QUALITY maniacs@beermaniacs.com.br

BeerManiacs

ESPECIAIS BRANDS (41) 3084 9700

Entrevista com Garret Oliver

Fonte: Revista da Cerveja     Edição: jun/2017 

 

Como você define o atual momento da cerveja artesanal nos EUA?

Muito dinâmico, e mudando rápido. O movimento em direção a cervejas mais ácidas (Sour Beers) continua, cervejarias abrem todos os dias, estilos vêm e vão – e constantemente há novas “modas”, apesar de poucos sabores novos -, e alguma das maiores cervejarias estão se esforçando para assumir o controle sobre a cerveja artesanal ou destruí-la.

 

Como está sua relação com a cerveja artesanal e com a Brooklyn hoje em dia?

Hoje, a Brooklyn Brewery é muito mais uma cervejaria artesanal do que era há 10 anos. Fazemos um monte de refermentação na garrafa, temos mais de dois mil barris de carvalho para envelhecimento de cervejas, temos 75 cervejas que ainda nem lançamos para o público, apenas usamos em degustações. Temos maior qualidade, mas também uma cerveja que é mais criativa e mais tradicional, ao mesmo tempo. Então eu sinto que estamos evoluindo para a cervejaria artesanal que sempre quisemos ser. Mas isso leva tempo!

 

Quando veio pela primeira vez ao Brasil?

Eu já estive no Brasil muitas vezes e degustei dezenas de cervejas brasileiras. Fui ao Brasil pela primeira vez em 2004 ou 2005 como convidado da família Mendes, que foi fundadora da cervejaria Eisenbahn em Blumenau/SC.

 

O que diria sobre o movimento cervejeiro no Brasil? Alguns dizem que o movimento é parecido ao que os EUA tiveram nos anos 1980.

Em alguns aspectos, já está mais avançado que isso no Brasil. O nível brasileiro de criatividade é muito alto, e há muito mais informações disponível do que costumava existir. As mídias sociais também mudaram as coisas. Agora, o objetivo deve ser certificar-se de que o foco dos cervejeiros artesanais está na qualidade. Se uma cervejaria não tem um laboratório, então eles não são realmente sérios, porque eles não podem garantir qualidade a seus clientes. Então esse é um grande desafio, assim como foi para nós.

 

Que mensagem deixa aos leitores brasileiros?

Cervejas estrangeiras são ótimas, e aprendemos muito com elas. Mas o Brasil é cheio de diversidade, tanto de cultura quanto de comida, que eu quero ver o Brasil desenvolver seus próprios estilos de cerveja. No futuro, seria ótimo ver pessoas em outros países fazendo cerveja no “estilo brasileiro”. Talvez Witbier com manga ou caju? Acho que o Brasil poderia se tornar o país cervejeiro mais emocionante no mundo.


Scorcher IPA

O novo lote da Brooklyn Scorcher IPA chegou ao Brasil com a qualidade de sempre - continua aquela ótima Session IPA decididamente lupulada - e uma novidade: agora também disponível em chopp!

 

Para aqueles que ainda não conhecem, a Scorcher IPA irá surpreender! O aroma floral e de pinho chegam primeiro, seguido de uma explosão de amargor de dar água na boca assim que os lúpulos começam a atacar. De repente, um toque do malte tostado e o final vivo e limpo aparecem pra te deixar com sede de MAIS! É extremamente saborosa, e seus moderados 4,5% de teor alcóolico a fazem uma cerveja para você beber de novo e de novo.


Brooklyn Blast de cara nova!

A Brooklyn Blast apresenta um novo aspecto para sua embalagem. 

http://brooklynbrewery.com/brooklyn-beers/perennial-brews/brooklyn-blast
https://twitter.com/i/notifications?lang=pt
 


The Brooklyn Brewery com a cerveja mais vendida do Mestre-Cervejeiro.

O Mestre Cervejeiro elegeu a Brooklyn Lager a cerveja mais vendida do mês de Março, pelo segundo mês consecutivo. Seguido da GUINNESS em 4º lugar e a ESTRELLA – INEDIT em 6º lugar. 
 

Mestre-Cervejeiro.com
facebook.com/MestreCervejeiro


Spiegelau Série Craft Beer

A BeerManiacs apresenta Spiegelau Série Craft Beer. Copos projetados especialmente para contemplar as características únicas de cada estilo de cerveja, usando as mais requintadas matérias-primas. 

http://www.guiagphr.com.br/novidadesMercadoDetalhe.asp?iid=11408


Prêmio da Melhor Lager Importada do Brasil

A Brooklyn Lager ganha melhor lager importada do Brasil. Melhores de 2014 na cerveja Brasileira.
Enquete organizada por Bob Fonseca, com mais de 220 jurados. 


osmelhoresde2014.wordpress.com
facebook.com/melhoresde2014


Brooklyn 1/2 Ale - A melhor parte da Saison

Todos os tipos de Farmhouse Ales são ótimos! Mas as criações originais do estilo não eram cervejas 
fortes e encorpadas - elas podiam ser bebidas durante toda a jornada de trabalho em um dia quente 
de verão. A Brooklyn 1/2 Ale segue essa tradição - uma saison seca, lupulada, cítrica e deliciosa, 
com apenas 3,4% de álcool. Não filtrada, maravilhosamente refrescante e com um final lupulado. 
Essa novidade é uma ótima recompensa para aquele dia de trabalho duro e bem feito - não importa 
qual ele seja!

 


Bottled Loved: Brooklyn Sorachi Ace

https://www.youtube.com/watch?v=rviZB08qhFg


Sazonais de Outubro 2014 - Brooklyn Brewery

Chegou AQUELA ÉPOCA do ano de novo: Outubro! O natal dos cervejeiros! 
E como já é de praxe, nossas sazonais da estação já estão fazendo a alegria dos 
loucos por cerveja!
 
A Brooklyn Post Road Pumpkin Ale emplaca seu quarto ano consecutivo no 
Brasil honrando a tradição do estilo: coloração âmbar alaranjado, com aroma de 
abóbora e especiarias, centro maltado e um final cheio de frescor. Também trouxemos
novamente a Brooklyn Oktoberfest, dessa vez em long neck e CHOPP! Encorpada
e maltada, acompanhada pelo caneco próprio da cerveja, perfeito para brindar a festa 
em grande estilo! Ein prosit!